Bom ou ruim?

Igreja Nossa Senhora do Rosário dos Homens PretosA professora e pesquisadora Antonia Aparecida Quintão dos Santos Cezerilo, que pesquisou a história da Irmandade do Rosário dos Homens Negros, localizada no Largo do Paissandu, questiona o senso comum a respeito dessas entidades, consideradas “instrumentos de alienação”. A pesquisadora se surpreendeu com a descoberta de que havia grande participação dos irmãos de São Paulo no movimento dos Coifazes, liderado por Antonio Bento, que resgatava escravos de fazendas onde havia maus tratos flagrantes e os libertavam, ou escondiam em quilombos.

Ela escreve: …”Se a classe senhorial e as elites quiseram utilizar as irmandades como meio de controle e de integração do negro numa sociedade escravista, este soube transformá-las num espaço de solidariedade, de reinvidicação social e de protesto racial”… A tese está publicada no livro Irmandades Negras: Outro Espaço de Luta e Resistência (1870-1890), editado pela Annablume. 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s